MMSocial
A+ A A-

Israel Grando

Israel Grando, é um jovem músico, cantor e compositor brasileiro nascido em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, em 4 de Junho de 1991. Desde muito cedo desenvolveu o gosto musical iniciando com guitarra clássica e posteriormente passa para o piano. Mesmo estando a aprender guitarra manifestava o interesse pela bateria, instrumento que mais tarde chegou a aprender.

Israel Grando conviveu sempre com diferentes gêneros e estilos musicais e, inevitavelmente, as suas influências são a soma e a identificação com vários estilos entre os quais podemos mencionar: Mpb, Bossa nova, Jazz, Pop, Ballada e Soul Music, tudo isso devido ao ambiente musical que vivia na sua própria casa, sempre muito frequentada por músicos amigos dos seus pais.

Aos onze anos de idade mudou-se com os pais para Portugal, onde prosseguiu os seus estudos em guitarra acústica e piano, no conservatório. Aos dezassete anos já trabalhava como músico (piano e voz), tocando em bares interpretando grandes clássicos, destacando-se pelo seu timbre singular. Aos dezanove anos muda-se com os seus pais para a cidade de Braga para ingressar no curso de Arqueologia na Universidade do Minho, cidade onde decide paralelamente cumprir o sonho de gravar o seu primeiro CD.

Este seu primeiro álbum, “Tatuagem”, apresentado recentemente, conta maioritariamente com temas originais da sua autoria e do seu pai Marcelo Grando, sendo também uma parceria com o produtor Giovani Goulart, músico, arranjador e produtor musical de prestígio internacional, com passagem por vários países, tendo este, tocado e produzido trabalhos musicais com os maiores nomes da música mundial.

“Somente um Olhar”, “Meu Amor” e “Navegar, Partir”, são os temas escolhidos para a promoção deste álbum em Portugal e no Brasil, país natal deste jovem músico onde a imprensa e o público o começam a distinguir.

 

Ligações

URL: www.israelgrando.com

 Israel Grando

Pensão Flôr

Pensão Flor

HÁ UM CHEIRO NO AR. E ao longe um pregão a cruzar-se com o som de um navio que se despede da barra do porto. A tarde escurece e a viagem deve ser grande. Olho o mar. Um dia também eu hei de partir. Sabe-se lá por quê, ou porquem. Sabe-se lá para onde. As horas passam.  Perco-lhes a conta. E a noite fez-se fria. Mão no bolso, gola levantada, mais um cigarro, rua fora. A cidade não dorme e eu gosto de caminhar embalado por ela. Às vezes tenho vontade de ir embora. Buscar outros lugares, outros amores. Mas gosto de viver aqui. Talvez um dia assente e compre um casa. Não sei. Nunca sei bem o que quero. Volto à Pensão. A porta continua perra. 

- “Chegou correio para mim?”
Subo as escadas, entro no quarto. Dispo o casaco e pego na guitarra. Oiço os teus passos no corredor. Diria que abrandaste. Gosto da tua incerteza.

Pensão Flor. Lugar imaginário que a música vai tornando real. Doze quartos, doze histórias, doze canções. No corredor há portas que se abrem para o Fado, a morna, o tango … E em cada quarto, janelas viradas para a rua. Ao longe o mar, alma de um povo mestiço, castiço, numa noite de arraial. Guitarra portuguesa ou talvez não. A luz negra de um palco e a magia de uma tela de cinema. Espaço comum a 7 músicos que aqui partilham emoções, paixões, amores possíveis e impossíveis. Ponto de encontro ou ponto de partida? Na Pensão flor a porta está sempre aberta.

 
Formação
Vânia Couto Tiago Curado Almeida Luís Pedro Madeira Luís Garção Pedro Lopes Manuel Portugal Gonçalo Leonardo
Voz, composição Voz, guitarra portuguesa, composição Piano, acordeão, guitarra de aço, cavaquinho Guitarra acústica, guitarra clássica, viola beiroa Viola de fado Guitarra portuguesa Contrabaixo
 
Pensão Flor - Apresentação Pensão Flor - Book 2014

Manuel Freire

Manuel Augusto Coentro de Pinho Freire, nasce a 25 de Abril de 1942 em Vagos. Em 1945 vai para Ovar, onde vive mais de 40 anos, residindo desde 1988 em Vieira de Leiria.

EDUCAÇÃO

Depois de estudar em Ovar, completa o curso do Liceu em Aveiro. Em 1962 frequenta Engenharia Química na Universidade de Coimbra, transferindo-se, por exigência paterna para a Universidade do Porto em 1963. Interrompe os estudos em 64 para cumprimento compulsivo, durante 3 anos, do serviço militar em Mafra, Ota e Monsanto, tirando na Força Aérea o curso técnico de “Armamento e Equipamento de Aviões”.

Ainda durante o ensino secundário frequenta durante dois anos o “British Council”. Após o serviço militar ingressa na firma “F.Ramada”, em Ovar, onde trabalha 21 anos. Durante esse período faz dezenas de cursos técnicos de Informática, Marketing, Gestão de Recursos Humanos e Formação de Pessoal, no Porto e Lisboa, desenvolvendo os seus conhecimentos de Francês e Inglês, que completa com frequentes viagens, profissionais e não só, à Europa e à América do Norte.

Fala e escreve correntemente, Francês, Inglês e Castelhano, tendo ainda alguns conhecimentos de Italiano e Alemão.

ATIVIDADE PROFISSIONAL

Após terminar o serviço militar ingressa na firma “F.Ramada” como “Operador de Informática”, trabalhando nessa área de atividade 17 anos, consecutivamente como “Operador”, “Programador”, “Analista”, e durante 7 anos como responsável do Serviço de Informática, chefiando 30 pessoas num universo de 1200 trabalhadores. A convite da Administração da empresa, troca a Informática pela área comercial, sendo durante 4 anos responsável pela exportação da empresa. No último ano em “F.Ramada” passa a responsável pela “Formação” do pessoal.

Durante todos estes anos visita dezenas de Feiras de Informática e Industriais em Espanha, França, Inglaterra, Alemanha, Canadá e Estados Unidos da América do Norte, deslocando-se ainda por razões profissionais, à Bélgica, Brasil e Angola. Concebe, organiza, monta e dirige stands da empresa em várias Feiras Industriais na Alemanha, Canadá e E.U. da América do Norte.

Em 1988, por exclusiva decisão sua, abandona “F.Ramada” e ingressa na “Empresa de Limas União Tomé Féteira”, em Vieira de Leiria, onde, durante 11 anos, é Diretor Comercial. Nesse período organiza e dirige todos os anos, o stand da empresa na Feira de Colónia e na bienal  Feira de Bilbau.

Em Setembro de 1999 e por exclusiva decisão sua, abandona a firma, tornando-se “empresário em nome individual” na área da música.

Em Setembro de 2003 é eleito para Presidente da Sociedade Portuguesa de Autores e em 2006 é reeleito para a mesma função. Em 2010 recusa a candidatura a novo mandato e abandona a SPA, por razões de saúde.

ATIVIDADE SOCIAL/POLÍTICA/MUSICAL

Em 1958 participa ativamente na campanha de Humberto Delgado para a Presidência da República, participando também nas campanhas eleitorais de 1969 e 73. Faz parte da organização dos “Congressos Republicanos” de Aveiro em 69 e 73.

Com 14 anos é co-fundador de uma coletividade, “Grupo Atlético Vareiro”, sendo dela eleito dirigente por várias vezes até 1974. Em 1982 é co-fundador de uma cooperativa cultural, “Sem-Margem”, e de um Jornal quinzenário, “Terras do Var”.

Nos primeiros anos do Século XXI cumpre dois mandatos como dirigente do “Sport Operário Marinhense”, coletividade da Marinha Grande.

Desde os 16 anos é ativista cultural, político e social, tendo sido por várias vezes eleito delegado sindical e membro da “Comissão de Trabalhadores” de “F. Ramada”.

Em Maio de 74 é eleito membro da “Comissão Administrativa” da Câmara de Ovar, nela permanecendo até à sua extinção. Em 1978 é eleito vereador da mesma Câmara. Desde 74 é candidato inúmeras vezes às “Autárquicas”, “Legislativas” e “Europeias” pelo MDP/CDE, FEPU, APU e CDU.

Em 1995 é-lhe atribuída pela Presidência da República a “Ordem da Liberdade” e em 1996 recebe a “Medalha de Prata” do Concelho de Ovar.

Começa a cantar muito novo, compondo músicas para poemas de diversos autores Portugueses, Brasileiros e Franceses. Desde então canta poetas portugueses (Carlos de Oliveira, Sidónio Muralha, José Gomes Ferreira, Manuel da Fonseca, António Gedeão, Martinho Marques, José Saramago, José Fanha, Pedro Tamen, Manuel Alegre, Vitorino Nemésio, Fernando Assis Pacheco, Vasco Pereira da Costa, etc.....) Seguindo o caminho apontado por José Afonso e Adriano Correia de  Oliveira,  põe desde logo a sua atividade nesse campo ao serviço das causas da Educação, Democracia e Liberdade, cantando de Norte a Sul de Portugal, para Coletividades Populares, Sindicatos, Associações de Estudantes, Ass. Culturais, Escolas, Bibliotecas, Ass. Recreativas, JOC, LOC, JEC, Autarquias, etc.., ultrapassando já os 1500 espetáculos. Canta em vários outros países da Europa, América e África. Compõe e interpreta música para Teatro e Cinema. Um texto que escreveu para uma canção, “Eles”, figura em diversos livros de ensino como introdução ao tema da Emigração. Participa em inúmeros programas de Rádio e Televisão, gravando vários discos (ver discografia).

Em 1969 surge no programa de televisão “ZIP-ZIP” com a canção “Pedra Filosofal” sobre poema de António Gedeão, que contribui decisivamente para o seu conhecimento pelo “grande público”.

Ainda em 1969 recebe o prémio da “Casa da Imprensa”, em 1970 o prémio “Pozal Domingues”, em 1995 a “Ordem da Liberdade” e em 1996 a Medalha de Prata do concelho de Ovar.

Em Setembro de 1999 abandona a atividade profissional de que sempre sobreviveu, e dedica-se a tempo inteiro à MÚSICA e à POESIA.

Continua a compor, a cantar e a ir a todos os sítios onde as suas canções podem ter alguma utilidade.

Recentemente, a convite do grupo Canto D’Aqui de Braga, participou no concerto de Tributo a Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira em 23 de Fevereiro no Theatro Circo de Braga, e no concerto Cantar Abril a 13 de Abril na Casa da Música do Porto.

Ligações

 Manuel Freire - Pedra Filosofal

 Manuel Freire - Eles

Discografia

João Ramalheiro

João Carlos Ramalheiro é licenciado em Educação Musical pela Escola Superior de Educação de Coimbra e tem o 3.º Grau de Guitarra Clássica do Conservatório de Coimbra. Atualmente, é professor em vários projetos inovadores na área da Educação Musical, Diretor Pedagógico do IMMA (Instituto de Música Moderna e Artes) e Diretor Executivo da empresa INSIGNIO LABS (Desenvolvimento de Software/Jogos Didáticos).

Nascido em Isny im Allgäu na Alemanha, muito cedo esteve ligado à via artística e a vários projetos musicais, desde bandas de garagem, até à gravação de discos de temas originais. Com 21 anos de idade regressa a Portugal com a missão de conhecer as raízes dos seus pais e dedicar-se aos estudos que o levam entre outros cursos à sua licenciatura na área da Educação Musical. Hoje é proprietário e Diretor Pedagógico do Instituto de Música Moderna e Artes, dinamizando a Educação artística e propagando a importância do ensino artístico e contemporâneo. Entre outras evidências, o IMMA conta até à data com ingressões bem-sucedidas de alunos em cursos superiores na área da música, bem como, em concursos nacionais como Golden Voice Talent Competition – SEAT, Blim Records e AUREA (1.º e 2.º lugar), Factor X…

 

 

Ligações 

URL: www.youtube.com/user/JCRRock

URL: soundcloud.com/jcramalheiro

URL: insigniolabs.com

URL: insigniolabs.com/flutemaster

 facebook.com/InsignioLabs

facebook.com/OratiosFluteMaster

Projectos

IMMA

Lighthousepeople

 

 

Apoios Bobina Studio

Facebook Música e Músicos
Canal Youtube - Música e Músicos